Assista na íntegra a transmissão Usina de Valores

Combater discursos de ódio e estimular novas visões culturais sobre os direitos humanos coloca-se como um grande desafio. Mas como atingir esses objetivos diante de um contexto polarizado e das desigualdades estruturais do nosso tempo? Construir diálogos em torno dessas ações foram os pontos centrais da abertura do Usina de Valores, na última quinta-feira (22). Em transmissão ao vivo pela página Quebrando o Tabu, a atividade reuniu figuras diversas para apontar possibilidades de mobilização em torno dos direitos humanos.

Flávia Oliveira, jornalista do O Globo, GloboNews, CBN e membro do conselho consultivo da Anistia Internacional Brasil, mediou as conversas da noite. A roda contou ainda com a participação de Ronilso Pacheco, teólogo e escritor do livro “Ocupar, resistir, subverter: Igreja e teologia em tempos de violência, racismo e opressão”; Nátaly Neri, criadora do canal Afro e Afins no YouTube e estudante de sociologia; Maria Clara Araújo, estudante de pedagogia e idealizadora do projeto “Pedagogia da Travestilidade”; Antonio Junião, cartunista e jornalista integrante do site Ponte Jornalismo; e Henrique Vieira, teólogo, ator e colunista do Mídia Ninja.

Entre os temas cada convidado refletiu sobre os cinco valores centrais do Usina de Valores: Dignidade Humana, Escuta Ativa, Coexistir na Diferença, Engajamento Político e Bem-Viver foram debatidos a partir de sua vivências e do contexto atual. Os diálogos abordaram a diversidade religiosa, as desigualdades de gênero e as vivências transsexuais,, as disputas de narrativas na comunicação, o racismo, as desigualdades sociais e os discursos de ódio na polarização.

Assista abaixo a íntegra do debate e compartilhe!

1 comentário

  1. Cezar Busatto em 25 de março de 2018 às 15:51

    Belíssima iniciativa. É o que o Brasil precisa, a conversa respeitosa e democrática entre os que pensam diferentes. Superar as polarizações que nos emburrecem. Olhar para o país, a cidade, o cidadão. Não para ideologias, partidos, candidatos. Tentar construir um mínimo de convergências democráticas para o país enfrentar as suas mazelas.

Deixe um Comentário





dezenove − 15 =